Inimigo ainda Sem Rosto – Militarização das escolas

Inimigo ainda Sem Rosto – Militarização das escolas

Para iniciar uma luta é preciso ter um inimigo ou ser agredido? Ambos possuem a capacidade de nos por em confronto, porém a primeira possui maior eficiência, pois ela é de caráter psicológico. O inimigo sempre pode existir e no pensamento ele é onipresente, tornando a luta constante. O Inimigo Real e Imaginário da Sociedade Brasileira (O Bandido) Exemplo, a luta contra a violência urbana ela é tanto real como imaginaria, pois é através do medo constante em sermos roubados, agredidos ou assassinados que vivemos Continue lendo

PLATA OU PLUMO – Como o Brasil vai ser gerido

PLATA OU PLUMO – Como o Brasil vai ser gerido

O dilema do governo e sociedade brasileira, Plata ou Plumo, ou seja, como o Brasil vai ser gerido. Nos últimos anos da democracia acompanhamos o governo da plata, ou seja, compra de apoio parlamentar, para o chefe do executivo governar ou do plumo governos de ditadura. Exemplos da república da plata e como funciona: FCH, apoio parlamentar, para reeleição; Lula e o mensalão;   Dilma e o Petrolão. Deslumbra no horizonte do povo brasileiro a falsa imagem de que não há outra forma de se Continue lendo

TRIÂNGULO, IDENTIDADE E FORÇA POLÍTICA

TRIÂNGULO, IDENTIDADE E FORÇA POLÍTICA

O que faz uma comunidade são seus laços sociais, seu sentimento de pertencimento a um determinado lugar e sua identificação coletiva em práticas sociais que precisam ser atualizadas constantemente para que haja o Triângulo da identidade e da força política. Um exemplo de comunidade em Porto Velho foi visto na experiência do evento, O TRIÂNGULO RENASCE, ocorrido no dia 06 de maio, com iniciativa da própria comunidade, mas que não se restringiu só a ela, pois envolveu pessoas de fora do bairro. Assim, a história Continue lendo

É POSSÍVEL CONSTRUIR UMA SOCIEDADE E ECONOMIA NEOLIBERAL EM PORTO VELHO? A PVH/S.A.

É POSSÍVEL CONSTRUIR UMA SOCIEDADE E ECONOMIA NEOLIBERAL EM PORTO VELHO? A PVH/S.A.

Uma vez que esse modelo de sociedade e economia tem seu fundamento na livre iniciativa e no trabalho tendo o Estado a função de agências reguladoras. Os obstáculos que vejo para o neoliberalismo de Porto Velho são: uma sociedade de baixa qualificação para novas dinâmicas econômicas; uma sociedade altamente desigual com dificuldades tanto para crescimento econômico quanto para o desenvolvimento econômico. Uma Saída para o Liberalismo PVH Uma possível saída para uma sociedade que quer ser liberal, mas possui um povo que carece do mínimo Continue lendo

TERMINAIS DE INTEGRAÇÃO – ACESSO AO PATRIMÔNIO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

TERMINAIS DE INTEGRAÇÃO – ACESSO AO PATRIMÔNIO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Como já disse em outros posts, quem diz A precisa dizer B e assim inserimos a hipótese de que a mobilidade urbana auxiliaria no processo de educação e desenvolvimento de uma identidade cultural entre o patrimônio histórico, cultural e natural dos porto-velhenses. Nossa hipótese vai ainda mais longe e entende que os Terminais de Integração permitem acesso ao patrimônio e geram desenvolvimento econômico. Pois a mobilidade urbana, possibilita acesso ao acervo histórico, cultural e natural da cidade, criando relações de identificação entre patrimônio e sociedade através do Continue lendo

Porto Velho, além da educação escolar: Mobilidade Urbana para Educar

Porto Velho, além da educação escolar: Mobilidade Urbana para Educar

Porto Velho precisa ir além da educação escolar (Clique Aqui), para se construir uma relação positiva entre sociedade e patrimônio é necessário que a população, uma vez conhecedora do seu patrimônio tenha acesso a este, por isso a precisão de investir em mobilidade urbana, para que os conhecedores possam a qualquer momento rever, mostrar e ensinar para novas pessoas sua história e identidade cultural. Como se faz isso? Por exemplo com mobilidade urbana, que pode ser de diversas formas, mas aqui vamos trabalhar com a Continue lendo

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO [PARTE II] OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA CASO FOSSE UM JOGO DE XADREZ

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO [PARTE II] OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA CASO FOSSE UM JOGO DE XADREZ

Quem diz A, precisa dizer B, em nosso post “LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO: OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA EM INGLÊS” (Veja aqui). Analisamos a aliança entre poder executivo e legislativo municipal para aprovação do Quinquênio no xadrez político. Mas, os efeitos gerados por tal aliança abalaram as peças do xadrez político de Porto Velho, e novas configurações de poder se revelam, assim nesse post analisaremos, as formas de poder latentes comparando a um jogo de xadrez. A Continue lendo

SÓ A EDUCAÇÃO FORMA UM POVO: PARA O DESENVOLVIMENTO E FORMAÇÃO DA IDENTIDADE PORTOVELHENSE

SÓ A EDUCAÇÃO FORMA UM POVO: PARA O DESENVOLVIMENTO E FORMAÇÃO DA IDENTIDADE PORTOVELHENSE

No último texto “O JEITO É INVESTIR NO POVO: DESENVOLVENDO UMA RELAÇÃO POSITIVA ENTRE PATRIMÔNIO E SOCIEDADE”, indicamos duas variáveis, para criar uma relação positiva entre a sociedade Portovelhense e o patrimônio histórico, cultural e natural, foram: educação e acessibilidade, através da mobilidade urbana. Primeiro vamos focar no tema educação, pois só a educação forma um povo. Para conseguir atingir este objetivo, de formar um povo, é necessário a construção da relação positiva entre a história, o patrimônio e sociedade atual, isto é possível desde Continue lendo

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO: OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA EM INGLÊS.

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO: OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA EM INGLÊS.

Nosso editorial nos pediu um post do assunto que gerou alta repercussão nas redes sociais, o fim do quinquênio dos servidores públicos municipais e o aumento no número de cargos comissionados. Missão dada é missão escrita. Mas como essa história poderia ser contada em Inglês? Lorde Hildon e a Aliada Câmara dos Comuns no Quinquênio. RESUMINDO A HISTÓRIA O chefe do executivo municipal de Porto Velho encaminhou para a câmara dos vereadores projeto de lei que extingue a gratificação quinquenal dos servidores públicos municipais, assim como Continue lendo

COMO MANTER SEU PODER POLÍTICO EM PORTO VELHO

COMO MANTER SEU PODER POLÍTICO EM PORTO VELHO

Nossa equipe editorial sugeriu um post para analisar o primeiro mês de governo do prefeito e como manter seu poder político. Devido a isso, realizamos uma enquete através do Facebook e uma transmissão ao vivo, pedindo para o público avaliar o governo Hildon Chaves como: ótimo, regular ou ruim, através das opções de ícones do Facebook, amei (ótimo), curtir (regular) e grr (ruim). DESCULPAS TÉCNICAS Claro que sabemos que um mês de governo é pouco tempo para se avaliar a qualidade e capacidade de um Continue lendo