Política

Atléticas uma Força Potencial

Atléticas uma Força Potencial

Nesse post quero falar de um fenômeno organizativo que vem surgindo nas faculdades e universidade de Porto Velho-RO, as Atléticas uma força potencial. (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); A princípio pensa-se que são apenas organizações de recreação, porém vejo nelas um fenômeno social muito maior. Pois nessas organizações calouros recém ingressos podem se socializar com os veteranos, aprender como funciona sua instituição de ensino, como lidar com a burocracia, coordenações e professores. Por isso, é por excelência uma organização integradora do calouro com o mundo Continue lendo

103 ANOS DE LEGADO E LARGADOS – É preciso criar um desenvolvimento

103 ANOS DE LEGADO E LARGADOS – É preciso criar um desenvolvimento

Parabéns Porto Velho 103 (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Assim, se vão 103 anos de legado e largados da cidade situada na margem leste do Rio Madeira na porção norte da Amazônia, Porto Velho, sua fecundação ocorreu durante a construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré em 4 de julho de 1907. A empresa americana Madeira Mamoré Railway Company por meio do magnata norte-americano, Percival Farquhar, fizeram o parto em 2 de outubro de 1914 e o recém-nascido município do Amazonas diante dos interesses políticos e Continue lendo

PLATA OU PLUMO – Como o Brasil vai ser gerido

PLATA OU PLUMO – Como o Brasil vai ser gerido

O dilema do governo e sociedade brasileira, Plata ou Plumo, ou seja, como o Brasil vai ser gerido. Nos últimos anos da democracia acompanhamos o governo da plata, ou seja, compra de apoio parlamentar, para o chefe do executivo governar ou do plumo governos de ditadura. Exemplos da república da plata e como funciona: FCH, apoio parlamentar, para reeleição; Lula e o mensalão;   Dilma e o Petrolão. Deslumbra no horizonte do povo brasileiro a falsa imagem de que não há outra forma de se Continue lendo

É POSSÍVEL CONSTRUIR UMA SOCIEDADE E ECONOMIA NEOLIBERAL EM PORTO VELHO? A PVH/S.A.

É POSSÍVEL CONSTRUIR UMA SOCIEDADE E ECONOMIA NEOLIBERAL EM PORTO VELHO? A PVH/S.A.

Uma vez que esse modelo de sociedade e economia tem seu fundamento na livre iniciativa e no trabalho tendo o Estado a função de agências reguladoras. Os obstáculos que vejo para o neoliberalismo de Porto Velho são: uma sociedade de baixa qualificação para novas dinâmicas econômicas; uma sociedade altamente desigual com dificuldades tanto para crescimento econômico quanto para o desenvolvimento econômico. Uma Saída para o Liberalismo PVH Uma possível saída para uma sociedade que quer ser liberal, mas possui um povo que carece do mínimo Continue lendo

TERMINAIS DE INTEGRAÇÃO – ACESSO AO PATRIMÔNIO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

TERMINAIS DE INTEGRAÇÃO – ACESSO AO PATRIMÔNIO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Como já disse em outros posts, quem diz A precisa dizer B e assim inserimos a hipótese de que a mobilidade urbana auxiliaria no processo de educação e desenvolvimento de uma identidade cultural entre o patrimônio histórico, cultural e natural dos porto-velhenses. Nossa hipótese vai ainda mais longe e entende que os Terminais de Integração permitem acesso ao patrimônio e geram desenvolvimento econômico. Pois a mobilidade urbana, possibilita acesso ao acervo histórico, cultural e natural da cidade, criando relações de identificação entre patrimônio e sociedade através do Continue lendo

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO [PARTE II] OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA CASO FOSSE UM JOGO DE XADREZ

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO [PARTE II] OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA CASO FOSSE UM JOGO DE XADREZ

Quem diz A, precisa dizer B, em nosso post “LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO: OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA EM INGLÊS” (Veja aqui). Analisamos a aliança entre poder executivo e legislativo municipal para aprovação do Quinquênio no xadrez político. Mas, os efeitos gerados por tal aliança abalaram as peças do xadrez político de Porto Velho, e novas configurações de poder se revelam, assim nesse post analisaremos, as formas de poder latentes comparando a um jogo de xadrez. A Continue lendo

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO: OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA EM INGLÊS.

LORDE HILDON E A ALIADA CÂMARA DOS COMUNS NO QUINQUÊNIO: OU COMO ESSA HISTÓRIA PODERIA SER CONTADA EM INGLÊS.

Nosso editorial nos pediu um post do assunto que gerou alta repercussão nas redes sociais, o fim do quinquênio dos servidores públicos municipais e o aumento no número de cargos comissionados. Missão dada é missão escrita. Mas como essa história poderia ser contada em Inglês? Lorde Hildon e a Aliada Câmara dos Comuns no Quinquênio. RESUMINDO A HISTÓRIA O chefe do executivo municipal de Porto Velho encaminhou para a câmara dos vereadores projeto de lei que extingue a gratificação quinquenal dos servidores públicos municipais, assim como Continue lendo

COMO MANTER SEU PODER POLÍTICO EM PORTO VELHO

COMO MANTER SEU PODER POLÍTICO EM PORTO VELHO

Nossa equipe editorial sugeriu um post para analisar o primeiro mês de governo do prefeito e como manter seu poder político. Devido a isso, realizamos uma enquete através do Facebook e uma transmissão ao vivo, pedindo para o público avaliar o governo Hildon Chaves como: ótimo, regular ou ruim, através das opções de ícones do Facebook, amei (ótimo), curtir (regular) e grr (ruim). DESCULPAS TÉCNICAS Claro que sabemos que um mês de governo é pouco tempo para se avaliar a qualidade e capacidade de um Continue lendo